*******THE CLONE C.RONALDO TWINS*******

they are only one we twins borther RONALDO CRAQUE 7

Sunday, February 25, 2007


cristiano twins news
O Manchester United teve ontem uma deslocação bem difícil ao terreno do Fulham, e só um golo do outro mundo de Cristiano Ronaldo salvou a tarde para os líderes, que se podem gabar da proverbial estrelinha para saírem vitoriosos de uma partida em que o empate lhes seria lisonjeiro.McBride abriu as hostilidades aos 17' para os anfitriões, chutando para a baliza deixada deserta pela saída extemporânea de Van Der Sar, mas Giggs empataria aos 29', com alguma sorte no remate, pese embora o sinal mais pertencer sempre aos homens da capital inglesa.O homem do jogo era, até final, o guarda-redes holandês dos red devils, que se ia redimindo brilhantemente teda fífia que deu no golo impedindo o merecido golo do Fulham, até que Cristiano Ronaldo resolveu destroná-lo... e de que maneira!Aos 88' de uma partida intensamente física, o n.º 7 arrancou de meio-campo, fintou os dois contrários que conseguiram ir-lhe ao encontro no flanco esquerdo e chutou na área de pé direito entre dois defesas, com a bola a tocar ainda num terceiro antes de entrar na baliza de Lastuvka!Um golão de levantar o estádio a garantir os 3 pontos e a mesma distância de vantagem para o Chelsea na tabela, para gáudio de Ferguson, Queiroz e C.ª.


Alex Ferguson e Carlos queirós estão de acordo: a vitória do Manchester United sobre o Fulham, este domingo, foi a mais difícil que os «red devils» conseguiram esta temporada: «Foi o jogo mais duro desde o inicio da época e esta vitória representa muito para nós, especialmente por marcarmos o golo da vitória tão perto do fim. Acho que o Cristiano Ronaldo mereceu o título de melhor em campo, pela forma como nunca desistiu de acreditar», afirmou Ferguson, depois de festejar a vitória no campo, com os seus jogadores, de forma particularmente efusiva.
Já Carlos Queirós, em declarações à BBC, não poupou elogios à acção decisiva de Ronaldo: «Tínhamos alguns jogadores em quebra de rendimento depois do jogo com o Lille, não fomos tão rápidos e agressivos como de costume, mas os jogadores continuaram a acreditar que era possível criar qualquer coisa. A acção do Cristiano é brilhante, um lance individual fantástico, que nada teve a ver com o resto do jogo e fez a diferença», afirmou o técnico português.
Reconhecendo que a equipa não jogou bom futebol esta tarde, Queirós salientou, contudo, que a atitude dos seus jogadores foi excepcional: «Trabalhámos e lutámos muito, munca desistimos e tivemos um grande espírito de equipa, acreditámos sempre, a cada minuto, e foi essa atitude de campeões que nos deu a recompensa no final.»

0 Comments:

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

<< Home